sábado, 24 de abril de 2010

Reencontro e despedida


Não sei muito bem se gostei do que aconteceu. Pra falar a verdade, tudo aconteceu muito rápido. Aquele nosso reencontro foi algo não planejado, e também não esperado. Sim, eu procurei você, tentei chegar perto do lugar onde você estava, mas não consegui. Depois que já tinha desistido de falar contigo, nossos caminhos se encontraram e eu fiquei ali – parada – tentando entender e tentando achar outra saída. Continuar e falar contigo? Ou desviar o caminho e fingir que nada daquilo tinha acontecido? Não sei se fiz certo em continuar no mesmo lugar e depois ir falar com você. No fundo eu precisava fazer aquilo. Não queria me sentir arrependida depois, por ter tido a oportunidade e tê-la deixado passar assim... Mas aquele teu olhar me machucou por dentro. Um olhar de culpa, de arrependimento, e principalmente me pedindo desculpas. Por algo que você não foi o único culpado. Por algo que eu também tive uma boa parcela da culpa. “Eu não sei nem o que falar, mas foi bom te ver” essas foram as suas únicas palavras ditas a mim. E pelo visto essa foi a nossa despedida. Uma amizade tão bonita parece ter chegado ao fim. Sinto sua falta, não vou negar isso nunca. Às vezes eu ainda acho que só você vai saber usar aquelas palavras que você me falava, e que me fazia ficar bem e chorar. Chorar muito, você sabe. Mas agora, eu só vou deixar o meu muito obrigada. Obrigada por ter me proporcionado todos aqueles momentos únicos e felizes, por ter me escutado quando ninguém mais agüentava me ouvir falando, por me fazer entender o que é importante realmente, por me mostrar que pode existir sim um eu meu masculino, por ter me atendido tão rápido quando eu passei no vestibular, por ter acreditado em mim, por ter confiado em mim. E principalmente, por conseguir me colocar pra cima numa hora que parecia que tudo ia desabar. Agora eu tenho certeza que anjos existem sim, e você é um deles. E eu amo você.

21 comentários:

  1. ah veja essa despedida não como um adeus mas como um 'até logo'

    ResponderExcluir
  2. É bom encontrar pessoas como essa ao longo da vida, mas é uma tristeza enorme perdê-las e reencontrar é como um recomeço e recomeços são necessários, as vezes.
    Bjs, até a próxima...

    ResponderExcluir
  3. Nunca acreditei no fim. Para minha a vida é uma reticências

    ResponderExcluir
  4. Custo dizer que as pessoas tem prazo de validade na vida uma das outras, para algumas deixo o meu infelizmente, para outros agradeço ao Pai Oxalá por fazer sumir.


    Mas, se o sentimento é verdadeiro,seja de amor, ou amizade, sempre há um reencontro e tudo pode ser recomeçado do ponto onde pararam. Pararam? Não, nunca se para! ;)

    Forte abraço.

    ResponderExcluir
  5. Despedidas as vezes são necessárias, mas o que não quer dizer que seja o fim.

    ResponderExcluir
  6. É a primeira vez que passo por aqui e pode ter certeza que não será a última.Seu blog é uma graça e você escreve muito bem

    ResponderExcluir
  7. Veja pelo lado positivo, você pode ao menos saber que um dia isso existiu. Segui em frente é necessário, por você mesma.
    :*

    ResponderExcluir
  8. que lindo o poste!
    *.*

    gostei do blog
    beijos

    ResponderExcluir
  9. Ai que lindo amiga!!
    Amei muito mara *--*
    E isso não é uma despedida mas sim um ateh logo!!

    Bjs flor

    ResponderExcluir
  10. Não encare despedidas,pra qualquer sentimento não existe despedidas,existe um até breve,um até logo,pois pode certeza que um dia a vida de você vai se cruzar de novo.

    ResponderExcluir
  11. Vou te falar o que eu realmente acho: na-da nessa vida é definitivo. A gente realmente se surpreende como as coisas podem mudar em pouco tempo e, se quer saber, nada que seja muito instantâneo merece nosso respeito.
    Assim como nada se constroe fácil, nada se destroe também. Não quando há amor :)
    (clichê mode off)
    E só pra constar, muito me emocionou o seu texto. Belíssimo.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Mandy,
    Concordo com a maioria dos comentários: foi uma despedida, mas não significa que para sempre.
    Tudo pode acontecer, ainda mais quando há AMOR!
    Beijos,
    Gi.

    ResponderExcluir
  13. Adorei aqui, de verdade!

    www.mamae-dizia.blogspot.com
    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Sentimentos verdadeiros edificam a vida, o amor é algo que nos transporta para um caminho florido e ás vezes podemos flutuar!!!


    Lindo texto flor, boa semana!!!

    beijocas

    ResponderExcluir
  15. Essas pessoas marcam a nossa vida ás vezes só por estarem lá.

    ResponderExcluir
  16. Tudo isso é necessário, mudar, é necessário, sofrer é necessário.
    E a perda é algo com que eu admito, não sei lidar muito bem.

    ResponderExcluir
  17. Oiee

    Fico muito feliz mesmo por vc ter gostado do "Letrinhas dispersas"! =)

    Achei muito legal o fato de o seu namorado ser daqui e a euforia com a qual vc me contou! Dá pra sentir de longe a força do elo que liga vocês dois! =D

    Também gostei bastante do seu blog e estarei seguindo!

    Parabéns pelos textos!

    Bjinhos***

    ResponderExcluir
  18. Tudo tem início e fim. Bom é aproveitar os momentos.
    Que seus momentos sejam vividos intensamente.

    Grande beijo !

    ResponderExcluir
  19. Só devemos tomar cuidado pra não deixarmos escapar cada segundo que pode ser um aprendizado e super intenso pra nós!

    viver.

    ResponderExcluir
  20. Adoro reencontrar algo ou alguém, sabe me trás uma felicidade e quem a gente ama então nem se fale..rs

    Mandy, vc tem um brilho nos olhos, e desejo que sejas muito feliz viu !
    Um abraço da
    Ju

    ResponderExcluir
  21. As despedidas não são fáceis e nunca serão. Ninguém quer que seu bem maior vá embora, ou você o mande embora, mas quando é preciso, não dá pra evitar. Tiramos sempre as melhores lições de acontecimentos e tenho certeza que você tirou a melhor dessa.

    Fica bem.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Volte sempre, querido(a) :}